Você está aqui: Página Inicial > Diretores vistoriam empreendimentos do DNIT no RS

Notícias

Diretores vistoriam empreendimentos do DNIT no RS

INFRAESTRUTURA

Nova Ponte do Guaíba, BR-116, Contorno Pelotas e obras hidroviárias foram inspecionados
por publicado: 04/04/2019 08h20 última modificação: 04/04/2019 08h20

Brasília, 04/04/2019 – Com o objetivo de vistoriar o andamento das obras executadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT no Rio Grande do Sul, o diretor-geral da autarquia, general Antônio leite dos Santos Filho, esteve no estado nesta quarta-feira (03/04). O roteiro da comitiva, integrada também pelos diretores de infraestrutura aquaviária, Karoline Lemos,  de infraestrutura rodoviária, Euclides Bandeira de Souza, e o superintendente regional, Delmar Pellegrini, incluiu visita à nova ponte do Guaíba, à BR0116 e Contorno de Pelotas, bem como a obras e operações hidroviárias no rio Taquari.

A inspeção teve início na obra de dragagem da Hidrovia do Taquari e no acompanhamento da operação da eclusa, localizada no município de Bom Retiro do Sul. Dentre as atribuições do DNIT estão a gestão e operação das hidrovias e eclusas da navegação fluvial no Brasil.

Em seguida, os diretores vistoriaram as obras rodoviárias. Maior obra de arte em execução no país, com orçamento aproximado de R$ 1 bilhão, a nova  ponte do Guaíba apresenta 83,5% dos serviços realizados. Ao todo, já foram investidos cerca de R$ 668 milhões no empreendimento, iniciado em outubro de 2014. A segunda travessia sobre o rio Guaíba vai ampliar a interligação da Região Metropolitana de Porto Alegre com o sul do Estado,  proporcionando uma conexão sobre o Delta do rio Jacuí sem as interrupções que ocorrem diariamente na ponte existente.

 Reassentamento de famílias

A execução das obras envolve a realocação de famílias, processo realizado pelo DNIT com o acompanhamento da Justiça Federal, Defensoria Pública da União (DPU/RS) e Ministério Público Federal - MPF.  A maioria das famílias está optando pela solução de reassentamento via compra assistida. Por essa modalidade, as famílias podem adquirir um imóvel de seu interesse em todo o Estado do Rio Grande do Sul.

Desde 2018, são realizados mutirões judiciais de conciliação na 26ª Vara da Justiça Federal, em Porto Alegre. Nessas audiências, 375 famílias já formalizaram acordos, aderindo à compra assistida.  A previsão é de que o processo de compra assistida seja concluído ainda no primeiro semestre desse ano.

 A nova ponte sobre o rio Guaíba

Quando concluída, a obra terá uma extensão de 12,3 quilômetros, com um total de cinco quilômetros de trecho em aterro e 7,3 quilômetros em obras de artes especiais (ponte sobre os canais navegáveis, elevada, viadutos e alargamento da ponte Saco da Alemoa). Com 28 metros de largura nos vãos principais, a pista contará com duas faixas de rolamento com acostamento e refúgio central. A previsão do DNIT é de que 50 mil veículos utilizem a nova ponte diariamente.

O desafio desta construção é o fato da obra atravessar uma Unidade de Conservação Ambiental, o Parque Estadual Delta do Jacuí, o que demanda uma atenção especial durante a sua execução. Os programas ambientais previstos no processo de licenciamento ambiental nortearão as ações de mitigação, controle e monitoramento para que seja possível assegurar a manutenção da qualidade ambiental das áreas impactadas.

A nova travessia do Guaíba está sendo construída sobre a água a partir de peças pré-moldadas que são fabricadas em canteiros industriais e montadas no local definitivo. A estrutura em elevada vai permitir que a fauna e a flora nativas possam manter o fluxo gênico entre as porções cortadas pela ponte.

 Coordenação de Comunicação Social/ NCS-RS