Você está aqui: Página Inicial > Infraestrutura Aquaviária > Hidrovias > Hidrovia do Tocantins - Araguaia

Hidrovia do Tocantins - Araguaia

por elieze publicado 19/05/2011 09h31, última modificação 29/06/2016 12h08

Hidrovia do Tocantins – Araguaia

por Andre Alberti publicado 29/06/2016 09h52, última modificação 29/06/2016 09h52

A região hidrográfica do Tocantins – Araguaia tem área de 921.921 quilômetros quadrados espalhada pelos estados de Tocantins, Pará, Maranhão, Mato Grosso, Goiás e no Distrito Federal.

O Rio Tocantins nasce do Planalto de Goiás, formado pelos rios Almas e Maranhão, e tem 1.960 quilômetros de extensão, até a foz, na Baía de Marajó. O principal afluente é o Rio Araguaia. Além de ser espaço para expansão da fronteira agrícola, principalmente no cultivo de grãos, a região tem grande potencial hidroenergético.

A bacia é a segunda maior do Brasil, e compreende trinta sub-bacias. O Rio Araguaia tem trechos de leito arenoso combinados a outros, rochosos: os pedrais e os travessões, que podem prejudicar a navegação. A Ilha do Bananal, com 20 mil quilômetros de extensão, é a maior ilha fluvial do mundo. O Rio das Mortes desemboca na margem esquerda do Araguaia e é navegável em 567 quilômetros, entre São Félix do Araguaia e Nova Xavantina, em Mato Grosso. 

Navegação

O sistema tem vias navegáveis, terminais hidroviários e estruturas de transposição de nível, como as duas eclusas de Tucuruí, com 210 metros de comprimento, 33 metros de largura e 3,5 metros de profundidade mínima.

No Rio Tocantins a extensão navegável é de 1.152 quilômetros, mas sem continuidade. No Maranhão, entre Imperatriz e o terminal multimodal de Estreito/Porto Franco, só é possível navegar no período de cheia.

A hidrovia tem capacidade para comboios de 108 metros de comprimento, 16 metros de boca e calado de 1,5 metro. Já o trecho de 43 quilômetros do Pedral do Lourenço, que fica entre a Ilha da Bogéa e Santa Terezinha do Tauri, comporta comboios de 150 metros de comprimento e 32 metros de largura, com calado mínimo de 2,1 metros.

Os principais portos ao longo da hidrovia são: Vila do Conde, Abaetetuba, Cametá, Tucuruí, Marabá e Conceição do Araguaia, no Pará; Imperatriz, Porto Franco e Carolina, no Maranhão; Aguiarnópolis, Pedro Afonso, Miracema, Araguatins, Xambioá e Araguacemas, no Tocantins; Santa Terezinha, Luciara, São Félix do Araguaia, Barra do Garças e Nova Xavantina, em Mato Grosso; e Luiz Alves e Aruanã, em Goiás.

Mapa com visão geral da hidrovia do Tocantins em seu trecho de Peixe a Marabá.

por elieze última modificação 08/05/2015 16h18
Mapa com visão geral da hidrovia do Tocantins em seu trecho de Peixe a Marabá.
Clique para ver a imagem no tamanho completo…
Tamanho: 61KB

Mapa com visão geral da hidrovia do Tocantins em seu trecho de Marabá à foz, passando pela eclusa de Tucuruí.

por elieze última modificação 08/05/2015 16h18
Mapa com visão geral da hidrovia do Tocantins em seu trecho de Marabá à foz, passando pela eclusa de Tucuruí.
Clique para ver a imagem no tamanho completo…
Tamanho: 81KB