Você está aqui: Página Inicial > Notícias > DNIT e Acre firmam convênio para obras no anel viário de Brasileia e Epitaciolândia

Notícias

DNIT e Acre firmam convênio para obras no anel viário de Brasileia e Epitaciolândia

Assinada Ordem de Início para serviços de manutenção na BR-317/AC
por publicado: 09/10/2017 15h35 última modificação: 09/10/2017 15h40

O governo federal vai investir R$ 85 milhões em obras rodoviárias no Acre. Por meio de convênio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT com o Governo do Estado do Acre, assinado na última sexta-feira, será implantado o contorno rodoviário de Epitaciolândia e Brasileia, no valor de R$ 60 milhões.

Na cerimônia, realizada no Centro Cultural de Brasileia, também foi dada a ordem de início para os serviços de recuperação e manutenção da BR-317, entre Senador Guiomard e Brasileia, no valor de R$ 25 milhões. Além do governador do Acre, Tião Viana, e do diretor executivo do DNIT, Halpher Luiggi Rosa, participaram do evento o Superintendente Regional do DNIT no estado, Thiago Caetano, prefeitos, parlamentares e outras autoridades.

O anel viário de Epitaciolândia e Brasileia é considerado uma obra estratégica para o tráfego na Rodovia Interoceânica, no acesso ao Peru, e prevê dez quilômetros de estrada contornando os dois municípios, além de uma ponte de via dupla com 240 metros sobre o rio Acre. O projeto retira os veículos de carga que fazem exportação pela BR-317 do tráfego nas cidades, preservando as vias urbanas e melhorando a qualidade de vida na região.

Embora o projeto do anel viário e a obra da ponte sejam executados pelo governo do Estado, o DNIT estará presente na fiscalização e assumirá toda a via como parte da BR-317, que deverá ser entregue no final de 2019. Para o diretor executivo do DNIT, Halpher Luiggi, a obra tem caráter social, econômico e até internacional. “Em conjunto iremos executar essas obras, que são importantíssimas para o Brasil, para o Acre, e até mesmo para a Bolívia e o Peru”, destacou.

Para o governador Tião Viana, a obra será muito importante para gerar emprego e prover a infraestrutura e logística necessárias a uma economia exportadora, que está se consolidando no estado.

O superintendente Tiago Caetano enfatizou que a recuperação da BR-317 começa de imediato, além do projeto de reconstrução da rodovia, que está sendo elaborado de forma rápida pela Autarquia.

09/10/2017

Assessoria  de Comunicação Social - DNIT