Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Duplicação da BR-163 é entregue por Ministro dos Transportes

Notícias

Duplicação da BR-163 é entregue por Ministro dos Transportes

INFRAESTRUTURA RODOVIÁRIA

Ministro liberou mais 23 km para tráfego no trecho Cuiabá-Jaciara. Além do impacto econômico, obra ajuda na prevenção de acidentes
por publicado: 31/12/2018 08h48 última modificação: 31/12/2018 08h48

Na última sexta-feira, 28/12, o Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro, liberou para tráfego mais 23 quilômetros da BR-163/364/MT que foram duplicados no trecho entre Cuiabá e Jaciara. Com isso, Mato Grosso passa a dispor de 75% de sua mais importante via de escoamento da produção agropecuária duplicada.

“É uma satisfação estar aqui hoje para entregar a conclusão deste trecho. O governo federal fez um esforço muito grande para alocar mais recursos neste ano e poder entregar a obra hoje. Significa menos Custo Brasil e mais competitividade brasileira no mercado internacional”, declarou o ministro. A via duplicada foi feita com pavimento de concreto, tecnologia que tem como vantagens uma durabilidade maior e a economia nos serviços de manutenção.

Atualmente, a BR-163/364/MT tem três trechos de Cuiabá a Rondonópolis com obras sendo executadas, numa extensão total de 174 km, com exceção da região da Serra de São Vicente, que foi duplicada em 2012. Desse total, 130 km já foram duplicados e entregues. A quilometragem que ainda está em obras inclui regiões onde serão executados contornos rodoviários em áreas urbanas dos municípios de Jaciara, Juscimeira e São Pedro da Cipa. Essa etapa do empreendimento será concluída em 2019, assim como a duplicação do trecho urbano que dá acesso à Rodovia dos Imigrantes, com trincheiras, viadutos e acessos laterais. O investimento nesses três lotes soma R$ 830 milhões, dos quais R$ 172 milhões foram aplicados somente neste ano.

“O dia de hoje é histórico para todos nós, mato-grossenses. Enfim, conseguimos tirar essa grande obra do papel, com tecnologia de ponta. O pavimento de concreto é muito mais adequado para uma via como a BR-163, que responde por quase 70% da carga de grãos do nosso estado”, observou Luiz Antônio Garcia, Diretor de Infraestrutura Rodoviária do DNIT. Coordenador de Engenharia da Superintendência Regional do DNIT/MT e superintendente substituto, Laércio Coelho Pina representou no evento o superintendente regional Orlando Fanaia e destacou o empenho de Garcia na busca por recursos para a manutenção de vias federais por todo o estado.

A eficiência na execução do projeto por parte da Superintendência Regional do DNIT no estado do Mato Grosso foi destacada pelo secretário de estado de Infraestrutura, Marcelo Duarte. “O evento de hoje comprova que o setor público presta, sim, um ótimo trabalho. O DNIT é uma amostra disso, porque conseguiu executar um empreendimento deste porte de forma correta e até mais rápida que a iniciativa privada. Sinal claro de que estavam preparados para receber o desafio e entregar o resultado de hoje”, afirmou.

CONTORNO NORTE – Após a liberação de tráfego realizada pela manhã, o Ministro dos Transportes e a diretoria do DNIT seguiram para a entrega da trincheira entre as rodovias Helder Cândia (Estrada da Guia/MT-010) e Emanuel Pinheiro (Estrada da Chapada/MT-251). Uma das novidades, antecipada pelo Diretor de Infraestrutura Rodoviária do DNIT, Luiz Antônio Garcia, foi a conclusão do edital para licitação e contratação de obras para o chamado Contorno Rodoviário Norte de Cuiabá. “Uma decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) em setembro deste ano alterou a forma de fazermos licitação de obras rodoviárias usando a contratação integrada. Hoje, entregaremos ao Governo do Estado o edital já adequado à nova formatação”, revelou Garcia. O projeto prevê a adoção de vias com pavimento de concreto, além de pontes e viadutos.

 31/12/2018

ASCOM/DNIT