Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Equipe técnica do DNIT vistoria as obras da ponte do Abunã (RO)

Notícias

Equipe técnica do DNIT vistoria as obras da ponte do Abunã (RO)

INFRAESTRUTURA

Previsão é entregar o empreendimento no primeiro semestre de 2020
por publicado: 08/11/2019 09h58 última modificação: 08/11/2019 09h58

O diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), general Santos Filho, em conjunto com uma equipe técnica da Autarquia, vistoriou, na última quinta-feira (7), as obras na Ponte do Abunã, na divisa do Acre com Rondônia. O empreendimento está com 100% dos serviços concluídos – os acessos estão em cerca de 50% - e a previsão de entrega é no primeiro semestre de 2020.

Uma das maiores e mais modernas obras de engenharia executadas na Amazônia, a estrutura é estratégica para a integração nacional e prioritária para o Ministério da Infraestrutura, pois vai conectar o Acre ao sistema rodoviário do país. Assim, o empreendimento vai ligar, de forma definitiva, os dois estados e será importante para o escoamento de produção, principalmente de soja. No futuro, a obra fará parte do caminho que vai ligar o Brasil ao Oceano Pacífico.

A previsão é que mais de dois mil veículos cruzem a ponte, que possui 1,9 quilômetros de extensão, todos os dias. Desde a abertura da BR-364/RO, entre Rio Branco e Porto Velho, a travessia sobre o Rio Madeira é feita por balsas, sendo que o trajeto entre as margens do rio leva, em média, meia hora. Com a conclusão da ponte, será possível cruzar o Madeira em poucos minutos.

IP4 de Cai n'Água – Mais cedo, ainda em Rondônia, a equipe técnica do DNIT passou pelo terminal hidroviário (IP4) de Cai n'Água. O porto estava parado há muito tempo e voltou a operar em outubro, após obras de técnicos da Autarquia. O terminal é importante para o escoamento de cargas e transporte de passageiros na região do Rio Madeira.

0811cai.jpg

Atendendo a uma determinação do Ministério da Infraestrutura, o DNIT reabriu 13 IP4's na região amazônica em 2019. O Governo Federal tem previsto ainda para este ano a abertura dos terminais hidroviários de Coari e Itacoatiara Antigo.

As IP4’s são construídas e operadas pelo DNIT e devem satisfazer requisitos de eficiência, segurança, atendimento ao interesse público, conforto e preservação do meio ambiente.

Coordenação de Comunicação Social - DNIT