Fale com o DNIT
 
Você está aqui: Página Inicial Notícias Governo anuncia obras para Anel de BH e BR-381
Ações do documento

Governo anuncia obras para Anel de BH e BR-381

Complexo viário transformará a região metropolitana da capital mineira

Governo anuncia obras para Anel de BH e BR-381

Anel rodoviário - Foto Prefeitura de Belo Horizonte

 

O governo federal divulgou, nesta sexta-feira (17/12), em Brasília, o cronograma de obras para implantação do Anel Rodoviário de Belo Horizonte e para o início da duplicação da BR-381, na direção da cidade de João Monlevade, um complexo viário que transformará a região metropolitana da capital mineira. Já está autorizada para o próximo mês, a licitação das obras do Trevo de Nova Lima, como é conhecido o Portal Sul, primeiro trecho a receber as obras.
As datas de execução foram definidas, na quarta-feira (15), em audiência concedida pelo ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, ao prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda. O cronograma foi apresentado pelo diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Luiz Antonio Pagot, e aprovado pelo ministro.
 Com o projeto básico desenvolvido e doado pela Prefeitura de Belo Horizonte, o DNIT ganhou tempo para a revisão do projeto existente. Neste mês, de acordo com o cronograma do órgão, será publicada a licitação para o projeto executivo do Anel Rodoviário de Belo Horizonte e obras complementares, prevendo a intersecção com a BR-040, o viaduto de acesso à rodoviária e vias marginais, ao custo estimado de R$ 837 milhões.
 Apoio da Urbel
O DNIT terá frentes paralelas de ação, em conjunto com a Companhia Urbanizadora de Belo Horizonte - Urbel, para a realização dos serviços de levantamento, desapropriações, realocação, integração com vias urbanas e equipamentos comunitários. No próximo mês, o governo fará a contratação da revisão do projeto básico, com os trabalhos de sondagem, topografia e outros levantamentos. A meta é concluir essa revisão até o final de abril de 2011. 
O Ministério dos Transportes irá criar, em janeiro, um Grupo de Trabalho, com participação de 13 engenheiros que estarão envolvidos no acompanhamento do projeto de construção do Anel de BH, com o objetivo de garantir esse cronograma de execução, sendo que para o mês de março seguinte está marcada a convocação para a audiência pública.
 A licitação para escolha da empresa que fará o projeto executivo da obra será concluída em março, com previsão de que os estudos sejam entregues no prazo máximo de 12 meses.
 Em maio próximo, será aberta a licitação para as obras, processo que será concluído no mês de julho seguinte. O governo estima que a construção do Anel Rodoviário será iniciada em agosto de 2011. O Trevo de Nova Lima, no mesmo complexo viário, com projetos adiantados, receberá antes os canteiros de obras, com licitação marcada já para janeiro.
 BR-381
No conjunto de ações apresentadas, o DNIT confirmou que a duplicação da BR-381, no trecho que vai do cruzamento com a avenida Cristiano Machado até o encontro com a MG-436, totalizando 69 quilômetros de extensão, terá sua primeira licitação para obras, publicada em meados de maio de 2011. Uma audiência pública sobre esse empreendimento está marcada para começar em março.
O DNIT estima investir cerca de R$ 1 bilhão na construção dos lotes 7 e 8 da BR-381, justamente o trecho, na saída da Grande BH, considerado mais perigoso. 
O compromisso assumido pela presidente eleita, Dilma Rousseff, quando de sua visita à sede da Federação das Indústrias de Minas Gerais, para obras de adequação, com melhoramentos e duplicação de obras de arte, do Anel Rodoviário de Belo Horizonte, na BR-262, com extensão de 27 quilômetros, tem Projeto Básico recebido como doação pela Prefeitura de Belo Horizonte. Após diversas reuniões, com a equipe da Prefeitura, projetistas e com o DNIT, decidiu-se, e, levando em conta as recomendações do Tribunal de Contas da União, pela revisão completa do projeto, incluindo topografia, sondagem, notas de serviços e atualização de custos, o que se fará em harmonia com os objetivos e metas anteriormente mencionados.
  
Assessoria de Comunicação
Ministério dos Transportes
Ações do documento