Você está aqui: Página Inicial > Notícias > MS: Implantação da BR-419 garante nova rota turística e de escoamento da produção agropecuária

Notícias

MS: Implantação da BR-419 garante nova rota turística e de escoamento da produção agropecuária

RETROSPECTIVA

por publicado: 24/12/2019 09h49 última modificação: 24/12/2019 09h49

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), em 2019, iniciou e avançou em importantes obras e serviços de infraestrutura de transportes nas rodovias federais que cortam o estado do Mato Grosso do Sul.

A autarquia está realizando a implantação e pavimentação da BR-419/MS. Importante ligação entre as regiões norte e sudoeste do estado, a rodovia conecta a BR-163 (Rio Verde) com a BR-262 (Aquidauana) e sua pavimentação abre uma nova rota turística e de escoamento da produção agropecuária do estado.

Ao todo, serão pavimentados 224 quilômetros da BR-419. Atualmente em execução, o  trecho  que liga municípios de Rio Verde a Rio Negro possui 52,5 quilômetros de extensão e até o final do ano terá 15 quilômetros de pavimentação concluídos.

O DNIT também atuou em todo o estado para garantir as boas condições de trafegabilidade da malha federal. Em 2019, foram restaurados 56 quilômetros de pista e acostamentos da BR-262 entre os municípios de Três Lagoas e Água Clara, com execução de duas interseções (distritos de Arapuá e de Garcias) e de terceiras faixas entre essas localidades. Entre a cidade de Campo Grande e o km 189 desta rodovia, foram executados serviços em outros 10 quilômetros de pista e entre as cidades de Miranda e Corumbá, foram restaurados aproximadamente 9 quilômetros de pista e acostamento.

Todas as rodovias federais sob jurisdição do DNIT receberam investimentos em serviços de manutenção e conservação, além de sinalização horizontal e vertical por meio do Programa BR-Legal. Priorizando os investimentos em ações concretas e localizadas nos segmentos que mais necessitavam, o DNIT garantiu maior conforto e segurança aos usuários das rodovias federais que cortam o estado.

Cerca condutora de fauna – O DNIT realizou a instalação de cercas condutoras e passagens superiores de fauna na BR-262/MS, no trecho localizado entre os municípios de Anastácio e Corumbá, na região do Pantanal sul-mato-grossense. No total, a Autarquia instalou mais de 15 quilômetros de cercas, em oito pontos distintos da rodovia federal, e duas passagens superiores de fauna, visando a redução do número de atropelamentos de animais silvestres.

A medida faz parte do cumprimento de condicionantes ambientais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), devidamente aprovadas, após estudos realizados pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).

 Coordenação de Comunicação Social – DNIT