Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Qualidade do ar é monitorada durantes as obras da BR-285/RS/SC

Notícias

Qualidade do ar é monitorada durantes as obras da BR-285/RS/SC

MEIO AMBIENTE

por publicado: 26/07/2018 16h20 última modificação: 13/08/2018 11h21

Durante as obras de implantação e pavimentação do Lote 2 da BR-285/RS/SC, em Timbé do Sul,  a emissão de gases e de material particulado para a atmosfera​ é monitorada periodicamente. O objetivo das inspeções realizadas é adequar as atividades aos padrões estabelecidos pela legislação vigente, evitando impactos ao meio ambiente e à qualidade de vida da população e dos colaboradores.

Níveis elevados de poeira e gases no ar oferecem risco ao trânsito (reduzindo a visibilidade) e podem prejudicar a saúde dos trabalhadores e das comunidades lindeiras. A equipe de supervisão ambiental monitora estas emissões nas frentes de obra, em áreas de apoio e durante o transporte de materiais. O controle ocorre por meio de avaliação visual com o uso da escala de Ringelmann reduzida, uma graduação gráfica para determinar a densidade de fumaça, constituída de cinco padrões com variações uniformes de tonalidade entre o branco e o preto. Os dados são registrados em planilhas contendo ainda outras informações, como data, local e hora do monitoramento; tipo de veículo ou máquina; registro fotográfico e observações sobre a atividade em execução.

No caso da poeira, as principais medidas mitigadoras incluem a constante umidificação do terreno com caminhão-pipa, o controle da velocidade dos veículos, o uso de lona nos caminhões e de coletor de pó na perfuratriz (equipamento de perfuração do solo). Já para os efeitos da queima de combustíveis recomenda-se a manutenção periódica dos veículos e equipamentos para eliminar problemas mecânicos e operacionais. Todas as análises atendem a Resolução do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) nº 03, de junho de 1990, que fixou os padrões de qualidade do ar como metas a serem atingidas em todo o território nacional; bem como a NBR 6016 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) - Gás de escapamento de motor diesel: avaliação de teor de fuligem com a escala de Ringelmann.

Desde o início do monitoramento foram identificadas apenas duas situações em que a fuligem do escapamento estava acima do padrão permitido, o que gerou a necessidade de manutenção. Os cuidados para minimizar a poluição atmosférica durante as obras contam ainda com as ações do Programa de Comunicação Social, que disponibiliza o telefone da Ouvidoria (0800 60 21 285) do empreendimento para que os moradores relatem suas reclamações, dúvidas e sugestões.

26.07.2018

ASCOM/NCS/DNIT/SC