Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Resultados do Projeto de Mapeamento de Competências são apresentados

Notícias

Resultados do Projeto de Mapeamento de Competências são apresentados

por publicado: 29/06/2018 10h58 última modificação: 29/06/2018 11h01

Na última terça-feira, 26/06, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT, por meio da Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas, realizou no Auditório Sede a apresentação dos resultados do Projeto de Mapeamento de Competências, Avaliação de Clima Organizacional e o Planejamento da Força de Trabalho da Autarquia.

Com duração de dois anos, de dezembro de 2015 a maio de 2017, o Projeto de Mapeamento de Competências do DNIT foi realizado por uma empresa especializada no assunto e teve como principal objetivo identificar competências que deverão ser trabalhadas de forma prioritária pela Autarquia e selecionar quais ações de capacitação serão desenvolvidas e para quais membros da equipe deverão ser oferecidas.

Com uma metodologia de avaliação 180°, focada nos servidores e gestores, ao todo, foram mapeadas 1.732 competências, divididas da seguinte forma: 15 administrativas; 9 de pessoas; 7 gerencias; e 1.701 específicas. O trabalho foi realizado em seis partes: análise documental; oficinas de mapeamento; elaboração dos questionários; avaliação das competências; identificação das lacunas de competências e elaboração de relatório final.

Segundo o Diretor Executivo do DNIT, Halpher Luiggi, é de extrema importância trabalhar em uma empresa que se preocupa com o desenvolvimento dos seus funcionários. “O DNIT é um dos poucos órgãos que está trabalhando com mapeamento de competências, e esse trabalho é uma semente que está sendo plantada e que trará bons frutos para a Autarquia”, afirma o diretor.

Além do mapeamento, também foi realizada uma Avaliação de Clima Organizacional, por meio da metodologia ICAP – Inventário de Clima para Administração Pública, na qual seis fatores investigaram diferentes aspectos da instituição, são eles: chefia e liderança; oportunidades para capacitação; alinhamento com a missão; instituição e processos; ambiente físico; e tecnologias da informação.

O Planejamento da Força de Trabalho teve oficinas realizadas nas superintendências de Minas Gerais, Paraná e Maranhão, e foi aplicado através do Mapa de Atribuição por Produto (MAP) e questionários sociodemográficos.

29/06/2018

ASCOM/DNIT