Você está aqui: Página Inicial > Planejamento e Pesquisa > Planejamento e Programação de Investimentos > • Sistemas de Transportes

Planejamento dos Sistemas de Transportes

por ciceroalmeida publicado 19/08/2010 10h55, última modificação 27/05/2015 14h15

Histórico

 

A Gerência de Pavimentos vem sendo implementada e desenvolvida desde 1983 pelo extinto DNER. Em 1992, foi desenvolvida a primeira versão do Sistema de Gerência de Pavimentos–SGP. Para atender às necessidades do órgão em nível de planejamento, em 2004, o SGP passou a interagir diretamente com o Modelo HDM-4 (Highway Development and Managment), software que define prioridades e cria cenários futuros de condições da infra-estrutura rodoviária para diversos níveis de investimento, gerando soluções de manutenção, construção e adequação da rede dentro de um programa plurianual, com a melhor relação custo/benefício.

 

Reestruturação

Sob a Coordenação Geral de Planejamento e Programação de Investimentos – CGPLAN, está implantando um núcleo de Geoprocessamento, com uma visão multimodal, cuja principal missão é elaborar e manter toda base de dados geográfica, devidamente georreferenciada, representativa dos dispositivos integrantes do sistema de transporte, de modo a garantir a padronização, a qualidade, a unificação e a atualização dos dados.

Ao Sistema de Planejamento está sendo aplicado um conjunto de técnicas inerentes a Geotecnologias, que visam o georreferenciamento da informação da infra-estrutura viária dos diversos modais de transporte de competência do DNIT. Nesta linha, está sendo desenvolvido um novo módulo do SGP, com a finalidade de relacionar os dados de levantamentos em campo às informações geográficas, possibilitando análises espaciais como a criação de rotas condicionantes.

 

Resultados

O papel do planejamento do DNIT, que com o passar dos anos ficou sufocado pelas demandas emergenciais e pela escassez de recursos, hoje encontra-se em um novo rumo. Convencido que com um planejamento estratégico, a aplicabilidade dos recursos atinge os índices de desempenho e qualidade elevados, o Governo Federal, por meio do Ministério dos Transportes, do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão, do Ministério da Fazenda, da Casa Civil e do DNIT, vêm juntando esforços na consolidação dos mecanismos de gestão dos sistemas de transportes.

O fortalecimento do setor de planejamento do DNIT, com a atualização constante dos dados de levantamento de campo e a aplicação de técnicas avançadas de controle e monitoramento da infra-estrutura do sistema de transporte, é peça fundamental no sucesso dos diversos programas de intervenções.

Assim, pode-se garantir que com a manutenção da política adotada, será construído um ciclo de intervenções calcado nas reais necessidades dos sistemas de transportes, disponibilizando para o País, uma infra-estrutura adequada à necessidade de crescimento continuado.

 

Atividades em andamento

 

1. Levantamento de campo para obtenção de dados técnicos para refinamento dos sistemas de planejamento.

  • Execução dos serviços técnicos especializados de levantamento das coordenadas geográficas por GPS (Sistema de Posicionamento Global), visando a identificação posicional dos eixos das Rodovias Federais, incluindo as Obras de Artes Especiais, com registro fotográfico.

  • Execução dos serviços técnicos especializados de filmagem e inventário das Rodovias Federais. Entre os levantamentos encontram-se: Segmentos críticos; interseções e acessos; travessias urbanas e contornos rodoviários; obras de artes especiais; ocupação de faixa de domínio; necessidades de sinalização vertical e horizontal; marcas no pavimento; e condições de rodovias sob o ponto de vista do usuário.

VídeoRegistro.JPG

 

Desenvolvimento e adequação dos sistemas de planejamento

  • Desenvolvimento do Módulo de Aplicações Geográficas incorporado ao Sistema de Gerência de Pavimentos – SGP.
  • Execução dos serviços técnicos especializados de calibração e aferição do Modelo HDM-4 às condições das rodovias brasileiras.
  • Implantação de um Sistema de Informações Geográficas – SIG, para tratamento e manutenção dos dados gráficos georreferenciados, visando a realizações de análises espaciais, criação de rotas, elaboração de mapas, entre outros.
  • Implantação de um Banco de Dados Gráfico Georreferenciado Unificado representativo dos dispositivos integrantes do Sistema Nacional de Viação com destaque para o Sistema Federal de Viação.

 

2. Levantamento de campo para obtenção de dados técnicos e insumos dos índices classificatórios das rodovias

 

Levantamento Visual Contínuo de defeitos – LVC

Objetiva o levantamento e o monitoramento das condições dos pavimentos das Rodovias Federais.

LVC.JPG

 

Levantamento do índice de Rugosidade Internacional – IRI

O Internacional Roughness Index - IRI, objetiva o levantamento e o monitoramento das irregularidades dos pavimentos das Rodovias Federais.

IRI.JPG

 

Levantamento do Índice de Avaliação Estrutural

Apurado pelo FWD (Falling Weight Deflectometer), objetiva o levantamento e o monitoramento das condições estruturais dos pavimentos das Rodovias Federais.

FWD.JPG

 

Volume Médio Diário de tráfego – VMD

Objetiva a identificação e classificação do número de veículos que circulam pelas Rodovias Federais.

VMD.JPG

 

 

 

 

 

 

3. SIG - Sistema de Informações Geográficas – Base de dados em constante atualização, ampliação e melhoriasEm 2006 foi implantado um SIG Multimodal, com o objetivo principal de elaborar e manter toda base de dados georreferenciada, representativa dos dispositivos integrantes do Sistema Federal de Viação devido à padronização, a qualidade, a unificação e atualização dessa base de dados. Diversos produtos e análises são realizados a partir deste banco de dadosA incorporação de um sistema de informações geográficas na gestão da infra-estrutura de transporte é, sem dúvida, um grande passo na integração das informações técnico-gerenciais para o planejamento estratégico do DNIT.

 

 

 SIG.JPG